aPostador Casual

sexta-feira, outubro 02, 2009

Outono

No verão de 2007 ao passear na Serra do Gerês no meio do verde caracteristico dos meses de verão encontrei esta árvore para a qual as cores do Outono já tinham vindo para ficar, e que me fez lembrar a seguinte frase:


"Morta por dentro, mas de pé, de pé, como as árvores".


A frase termina a peça de teatro "As árvores morrem de pé" e é dita pela grande actriz Palmira Bastos com tal intensidade que marcou a memória que tenho de ter visto essa peça na televisão à muitos anos quando eu era garoto, dado a peça ter sido gravada pela RTP em 1966 ao vivo no Teatro Avenida em Lisboa e posteriormente transmitida na RTP.
.
( leia a sinopse geral da peça de teatro clicando aqui ).

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial