aPostador Casual

quarta-feira, setembro 23, 2009

Tributo à Vida - II

Tony Melendez

"Eu quero, eu posso, eu vou seguir adiante."

Ver este video no YouTube lembrou-me um post que em Março passado coloquei aqui dedicado a um amigo que de repente viu a sua vida alterada por ter ficado sem as pernas. O amigo em questão tem a força necessária para superar a situação e aos poucos está a conseguir sendo um exemplo para os outros pela forma como consegue. É certo que tem sido ajudado por um bom ambiente familiar, por terapias próprias, por ajudas técnicas, mas fazendo uma analogia com o "Boxe" o mérito é todo do "lutador" e não do "treinador", das "luvas", do "ring", ou dos "apoiantes" que o incitam a lutar.

Existem várias formas de atingir o mesmo objectivo, mas para mim o mais importante é o acreditar que se vai conseguir vencer e desenvolver uma força interior que se "alimente" dessa vontade para ganhar as pequenas batalhas do dia-a-dia até atingir a grande vitória sobre a "rasteira" que a vida nos pregou.
.
( Clique na imagem para ver o video )

Etiquetas: , ,

3 Comentários:

  • Revoltante e comovente. Porque será que são sempre pessoas assim que ajudam os demais a dar sentido à vida? são pessoas assim que nos mostram o quanto egoístas e sem sentido altruísta, mesquinhos e preconceituosos nós, a maioria, somos. Só queremos o in, bonito e só aceitamos os que pensam como nós.

    Obrigado Carlos C.

    Por Blogger LP, Às sexta-feira, setembro 25, 2009 2:19:00 da tarde  

  • Julgo quer sei de quem fala. Fiquei impressionado com o acidente e agora vejo esta referência que me comoveu...
    Que esse amigo renasça para outra e nova vida, bem diferente agora, por força das trágicas circunstâncias.
    Abraço para si e para ele.

    Por Blogger Méon,, Às domingo, outubro 04, 2009 7:08:00 da tarde  

  • Meon
    Se for ver ao post que coloquei em Março passado e cujo link deixei neste post, identifiquei o amigo em questão, é o Sr. José Estimado, e tenho outra visão sobre o futuro que o espera.
    Permita-me discordar sobre a prespectiva de vida.
    A vida é a mesma, não é outra e nova, a vida de todos nós evolui e tem um dinamismo que ultrapassa o que queremos fazer dela, é influenciada por factores externos a nós num grau enorme, e neste caso concreto a ausencia dos membros inferiores é mais uma curva da vida que o Estimado tem que fazer, uma barreira inesperada que apareceu, e ele e só ele terá a força para vencer esta adversidade, claro que com o importantissimo apoio da familia, da medicina, das ajudas técnicas, etc. ou seja todos podemos ajudar, mas é ele que vai usar o que tem para "esquecer" o que não tem.
    Acredito que o Estimado tem uma grande "força" para se adaptar a esta realidade, e transmitirei o abraço e o reforço dessa "força" deixada no comentário.
    Um abraço.

    Por Blogger Carlos C, Às terça-feira, outubro 06, 2009 1:07:00 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial