aPostador Casual

sexta-feira, abril 24, 2009

24 de Abril, 22h 55m

Faz hoje 35 anos que a canção "E depois do adeus" cantada por Paulo de Carvalho foi transmitida pelas 22:55 na rádio difundida na frequência dos Emissores Associados de Lisboa, sendo a senha para inicio das operações militares contra o regime de ditadura em vigor à 48 anos.
.
Musica: José Calvário
Letra: José Niza.
.
Quis saber quem sou
O que faço aqui
Quem me abandonou
De quem me esqueci
Perguntei por mim
Quis saber de nós
Mas o mar
Não me trazTua voz.
Em silêncio, amor
Em tristeza e fim
Eu te sinto, em flor
Eu te sofro, em mim
Eu te lembro, assim
Partir é morrer
Como amar
É ganhar
E perder.
Tu viste em flor
Eu te desfolhei
Tu te deste em amor
Eu nada te dei
Em teu corpo, amor
Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer
Renasci.
E depois do amor
E depois de nós
O dizer adeus
O ficarmos sós
Teu lugar a mais
Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
Minha dor
Que aprendi.
De novo vieste em flor
Te desfolhei...
E depois do amor
E depois de nós
O adeus
O ficarmos sós.

Etiquetas: , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial