aPostador Casual

quarta-feira, maio 27, 2009

Desespero de quem não recebe a tempo e horas


(clique na imagem para aumentar)

Existia uma empresa do concelho da Lourinhã que no verso das facturas colocou o seguinte texto:
" Pedimos desculpa por não sermos tão rápidos a receber como os supermercados, cafés, restaurantes, drogarias, farmácias, perfumarias, barbearias, oficinas diversas, ourivesarias, médicos, papelarias, talhos, táxistas, mercearias, hospitais, hóteis, peixarias, bancos, advogados, padarias, arquitectos, seguradoras, tipografisa, veterinários, desenhadores, lojas de brinquedos, lojas de loiças, lojas chinesas, lojas de roupas, sapatarias, lojas de publicidade, livrarias, câmaras, finanças, notários, registos civis, conservatórias, agências automobilisticas, funerárias, discotecas, agências de viagens, marisqueiras, sex-shopping's, relojoarias, tribunais, engenheiros, electricistas, lojas dos 300, postos de combustíveis, etc, etc, etc......

Dantes havia um principe com orelhas de burro, mas nós cá na Atalaia temos melhor, temos uma princeza que é burra na totalidade."

Esta empresa entretanto encerrou a actividade.

Adivinhem lá porquê ....

Se calhar fez como a formiguinha da canção do Zeca Afonso .

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial